Advogado é preso suspeito de envolvimento na morte de médico em Imperatriz

Advogado é preso suspeito de envolvimento na morte de médico em Imperatriz

Advogado é preso suspeito de envolvimento na morte de médico em Imperatriz

Um terceiro suspeito de envolvimento na morte do médico está sendo procurado pela polícia

APolícia Civil continua com os desdobramentos na investigação da morte do médico recém-formado Bruno Calaça, ocorrido no último de 26 de julho dentro de uma boate em Imperatriz. Na terça-feira (9), o advogado Ricardo Barbalho foi preso suspeito de envolvimento no crime.

Contra Ricardo Barbalho havia um mandado de prisão preventiva em aberto. Ele se apresentou na terça-feira na delegacia, onde foi decretada sua prisão. Nas imagens de segurança que registraram o homicídio, é o advogado que aparece acompanhando e levando o soldado da Polícia Militar, Adonias Sadda até a vítima que logo em seguida é morto.

Adonias Sadda está preso em Imperatriz desde o dia 27 de julho, um dia após o crime. À polícia, ele informou que o disparo foi acidental, porém  o laudo do exame  do corpo de delito rechaçou essa versão.

Um terceiro suspeito de envolvimento na morte do médico está sendo procurado pela polícia, o nome não foi revelado.

Leia também:

 

Luis Augusto

Deixe um comentário