‘Boas-vindas’ de Bolsonaro à ômicron age como fumaça para a inflação a 10%… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/leonardo-sakamoto/2022/01/13/bolsonaro-da-boas-vindas-a-omicron-para-pais-esquecer-da-inflacao-de-10.htm?cmpid=copiaecola

‘Boas-vindas’ de Bolsonaro à ômicron age como fumaça para a inflação a 10%… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/leonardo-sakamoto/2022/01/13/bolsonaro-da-boas-vindas-a-omicron-para-pais-esquecer-da-inflacao-de-10.htm?cmpid=copiaecola

É óbvio que é bisonho um presidente da República afirmar que a ômicron é “bem-vinda” ao Brasil. A chegada de uma nova variante do coronavírus, mesmo que menos letal que as anteriores, vai deixar mortes e sequelas e só é festejada por quem tem pouco apreço à vida dos outros. Mas esse roteirinho é tão manjado que enjoa. Na semana em que o IBGE divulgou que a inflação acumulada de 2021 chegou a 10,06%, e que atingiu principalmente os mais pobres, o presidente volta a provocar repúdio na esmagadora maioria racional da sociedade através de declarações estapafúrdias sobre a saúde pública, sobre ministros do Supremo Tribunal Federal, sobre qualquer coisa que faça sombra. PUBLICIDADE El… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/leonardo-sakamoto/2022/01/13/bolsonaro-da-boas-vindas-a-omicron-para-pais-esquecer-da-inflacao-de-10.htm?cmpid=copiaecola

Ele sabe que esse tipo de coisa choca e gera mídia, então investe para aumentar a cortina de fumaça sobre a incompetência de sua gestão na área econômica, o fator crucial para a eleição deste ano. Bolsonaro, há tempos, trabalha com base num cálculo macabro, de que os mortos por covid-19 representam, hoje, 0,29% da população, enquanto o desemprego está em 12,1%, a renda média caiu 11% e a última estimativa de famintos, agora largamente subdimensionada, passava de 9% dos brasileiros. Claro que mais de 620 mil mortos elevaram sua gestão ao hall dos necrogovernos globais e jogaram sua popularidade lá embaixo por aqui. Mas ele traçou uma estratégia contando que há mais pessoas que pas… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/leonardo-sakamoto/2022/01/13/bolsonaro-da-boas-vindas-a-omicron-para-pais-esquecer-da-inflacao-de-10.htm?cmpid=copiaecolaEle sabe que esse tipo de coisa choca e gera mídia, então investe para aumentar a cortina de fumaça sobre a incompetência de sua gestão na área econômica, o fator crucial para a eleição deste ano. Bolsonaro, há tempos, trabalha com base num cálculo macabro, de que os mortos por covid-19 representam, hoje, 0,29% da população, enquanto o desemprego está em 12,1%, a renda média caiu 11% e a última estimativa de famintos, agora largamente subdimensionada, passava de 9% dos brasileiros. Claro que mais de 620 mil mortos elevaram sua gestão ao hall dos necrogovernos globais e jogaram sua popularidade lá embaixo por aqui. Mas ele traçou uma estratégia contando que há mais pessoas que pas… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/leonardo-sakamoto/2022/01/13/bolsonaro-da-boas-vindas-a-omicron-para-pais-esquecer-da-inflacao-de-10.htm?cmpid=copiaecola

Luis Augusto

Deixe um comentário