Maranhão debate volta de uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados

Maranhão debate volta de uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados

O Brasil está entrando em uma nova etapa de combate ao coronavírus. Com o surgimento da nova variante, Ômicron, e aproximação das festas de fim de ano e carnaval, líderes recomendam cautela dobrada. No Maranhão, o Governo já debate uma possível volta da obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados.

A informação é do secretário de Saúde, Carlos Lula, também presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). A medida volta a ser debatida após o decreto governamental 37.176/21, que tornou optativo o uso de máscaras em ambientes abertos em todo o Maranhão e em locais fechados nos municípios em que, no mínimo, 70% da população estivesse com as 2 doses da vacina. É o caso de São Luís, que atualmente conta com 87,45% de cobertura vacinal.

O secretário afirma ainda que, apesar das discussões, não serão aplicadas medidas ‘radicais’. Uma reunião com o governador Flávio Dino está marcada para acontecer nesta quinta-feira (2) e, em breve, as mudanças deverão ser anunciadas.

Reveillon e carnaval

Além das máscaras, o Governo do Maranhão anunciou o cancelamento das festas de fim de ano estaduais por conta do risco de aumento de casos da Covid-19. De acordo com o mesmo decreto citado acima, contudo, fica a cargo das prefeituras decidir se os eventos municipais ocorrerão, levando em conta a lotação de leitos, o avanço da vacinação e o nível de transmissão do coronvírus, que deve ser inferior a 1.

Em relação ao carnaval no Maranhão, nada ainda foi decidido – mas existe, também, a possibilidade de não ocorrer, de acordo com o secretário de Saúde. “Não dá pra prever o que será em 3 meses. Não dá tempo de planejar. Hoje, seria possível ter carnaval. Não dá para falar do que será em fevereiro”, afirmou Carlos Lula.

Luis Augusto

Deixe um comentário